Seja Bem-Vindo à Toledo e Associados
Toledo Advogados AssociadosToledo Advogados AssociadosToledo Advogados Associados
(11) 4210-5558 / (11) 93766-2610‬ - whatsapp / (13) 3301-1801 / (13) 99170-2288 - whatsapp
contato@toledoeassociados.com.br

Entenda como funciona a aplicação do Visto E2 para os Estados Unidos

* Daniel Toledo

Em janeiro de 2021 Joe Biden vai assumir a presidência dos Estados Unidos e tem muita coisa para acontecer, inclusive no que diz respeito à imigração. Nesse novo período, é possível também que, em breve, Portugal passe a fazer parte do acordo de navegação e comércio, o que facilitaria o acesso de descendentes de portugueses que vivem no Brasil, e no resto do mundo, ao Visto E2.

Essa modalidade pode ser solicitada por cidadãos dos países que fazem parte do tratado de navegação e comércio com os Estados Unidos. Muitos países da Ásia, e quase todos da América do Sul fazem parte deste acordo, exceto Brasil e na Europa, Portugal. No entanto, Portugal deve entrar no próximo ano, uma vez que isso deveria ter ocorrido em 2020, mas devido a pandemia muitos processos foram postergados.

Nessa modalidade de visto é necessário fazer um investimento substancial. As regras relacionadas ao E2 não determinam esse valor, mas é importante que seja o suficiente para implementar um negócio no país de forma tranquila e equilibrada, para que ele se mantenha por bastante tempo. Ainda assim, eu não recomendo que os valores sejam baixos, a menos que esse projeto realmente justifique que o valor investido e comprometido seja mais maleável, afinal existe o risco de investir e ter o visto negado.

Para abrir um restaurante, por exemplo, 70 mil dólares investidos e 100 mil de fluxo de caixa talvez não sejam o suficiente para manter o negócio funcionando e ter a aprovação do visto. Em contrapartida, esse valor pode ser o ideal para abrir um negócio de consultoria ou congelados, que também são ótimos maneiras de conseguir o visto e ter uma empresa com estrutura.

Outro requisito importante dessa modalidade é que esse negócio não pode ser marginal. Isso significa que ele não deve se limitar a ser um negócio familiar, capaz de sustentar poucas pessoas, mas sim algo que permita a possibilidade de crescimento e expansão, gerar empregos e também o desenvolvimento da região.

O Visto E2 pode ser concedido para o aplicante, cônjuge e filhos menores de 21 anos, solteiros e não emancipados, que não precisam da mesma cidadania. Então é possível levar a família, sendo que apenas um possua a cidadania de um país que faz parte do tratado e o restante também recebe o benefício mesmo com o passaporte brasileiro, apenas. Embora no passaporte esteja carimbado por cinco anos, essa modalidade precisa ser renovada a cada dois anos, por quanto tempo for necessário, mas é importante ressaltar que ele não leva ao Green Card.

English EN Italian IT Portuguese PT Spanish ES
X
× Quer agendar uma reunião?